BLOG

Novas regras agitam os criadores de conteúdo da maior plataforma de vídeo do mundo

Por Viviane Eduardo

Ganhar dinheiro com YouTube está mais difícil com as novas regras
No dia 16 de janeiro a equipe do YouTube divulgou novidades que deixaram a galera que trabalha com a plataforma de cabelos em pé! De tempos em tempos é comum novas regras serem anunciadas ou adaptadas, geralmente estreitando a forma como se ganha dinheiro através do YouTube e buscando alinhar e melhorar a qualidade do conteúdo divulgado nos canais. Mas, dessa vez, Youtubers ao redor do mundo foram surpreendidos com regras que se mostraram muito mais severas e seletivas e que excluíram uma parcela enorme de produtores de conteúdo que já vinham obtendo algum lucro com seus canais. Trata-se de uma mudança bastante significativa nas políticas de pagamento por anúncios e monetização, que agora deixam o funil mais estreito e mexe diretamente também com o volume de conteúdo necessário para deixar um canal elegível e apto ao ganho de recursos financeiros. É a velha história, quando se mexe no bolso a coisa fica feia e, nesse caso, não adianta chorar ou espernear, ou você segue as regras ou melhor procurar outros meios de ganhar uma grana e se divulgar. Esse é justamente o ponto que gera desde sempre muita discussão: quantidade x qualidade. Nesse ponto o YouTube tem se mostrado cada vez mais implacável, ou seja, se você trabalha com o YouTube precisa tentar equilibrar da forma mais coerente possível essa equação. Fazer conteúdo de qualidade com periodicidade e quantidade bastante razoável para  concorrer com os milhares que buscam os mesmos objetivos. Vamos a um resumão abaixo, extraído do site do próprio YouTube Creators e traduzido pela equipe do site Tec Mundo para você entender melhor: O novo parâmetro entra em vigor de imediato para canais ainda não criados que quiserem integrar o Programa de Parcerias do YouTube. A partir de agora os requisitos mínimos para que canais comecem a receber dinheiro da plataforma são:
  • Ter no mínimo mil inscritos;
  • Ter 4 mil horas (240 mil minutos) de visualização nos últimos 12 meses em vídeos postados.
A partir de 20 de fevereiro de 2018, a regra será imposta também nos canais já existentes, que estão sendo avaliados um a um e já estão sendo avisados da continuidade ou bloqueio de monetização dos vídeos. Aqueles que não cumprirem o requisito terão 30 dias para atingir a meta ou perderão a monetização até chegarem ao padrão. Segundo o comunicado oficial, em 2017 “muitos problemas afetaram a comunidade e a receita de publicidade”, enquanto neste ano “o foco para todos no YouTube é proteger o ecossistema de criadores e garantir que a renda seja mais estável”. Para quem já alcançou esses números e não terá preocupações quanto a monetização nosso conselho é: NÃO FIQUE TÃO TRANQUILO, achando que é só tocar o barco e continuar na sua zona de conforto. Produza mais e faça conteúdo ainda melhor do que aquele que você já vinha fazendo. Agora a concorrência aumentará ainda mais e a corrida por superação ficará mais acirrada. Para quem já tinha um canal e vai ver a moedinha parando de cair no cofrinho todo mês nosso conselho é: CORRA! Se mexa, busque melhorar em todos os aspectos. “Time is Money”, então quanto antes você der um up no tipo de conteúdo e na quantidade de conteúdo que faz, mais rápido você alcançará a meta mínima e voltará a monetizar e alcançar mais pessoas. Para você que ainda vai começar, nosso conselho é: PERSISTÊNCIA E PACIÊNCIA! Não é fácil começar do zero, mas se tem certeza de que é isso que quer e se você tem um foco e um objetivo, vá em frente. Todo começo precisa ter um primeiro passo, aí é você criar seu canal e ir construindo dia a dia seu público e seu conteúdo, com criatividade, qualidade e atenção em cada uma das regras e exigências. Seja qual for o seu caso, se você quer fazer do YouTube seu principal canal de divulgação, independente da área em que você atua, você pode subir um patamar buscando suporte de uma empresa que lhe assessore produzindo um conteúdo adequado e, acima de tudo, profissional. Você precisa se perguntar:
  • Tenho equipamentos adequados para fazer vídeos de boa qualidade e que chamem a atenção do público? (não importa se um celular ou uma câmera profissional)
  • Tenho conhecimentos (técnicos inclusive) suficientes para fazer vídeos que possam ser bem avaliados pelo público e pelo próprio YouTube?
  • Sei fazer boas edições, com criatividade e diferenciais que saiam do lugar comum?
  • Sei criar playlists, cards, thumbs e títulos dos vídeos acima da média para que consiga me destacar nesse universo?
  • Serei capaz de responder adequadamente ao meu público, dando um feedback coerente e sem deixar as coisas se acumularem?
  • Terei disciplina para manter em dia um cronograma básico e mínimo de postagens de vídeos no meu canal?
  • Tenho condições de criar conteúdos específicos como videoclipes, lyric vídeos, tutoriais, entrevistas, etc?
  • Sei impulsionar e, ao alcançar os números exigidos, monetizar o meu canal?
  • Sei divulgar adequadamente meu canal, utilizando recursos como redes sociais, site e outros recursos importantes?
  • Consigo pensar nos conteúdos ideias para gerar views e para ampliar meu público?
  • Consigo promover collabs e estabelecer contato com outros youtubers que possam ser meus parceiros?
As respostas para as questões acima podem te levar a melhorar e buscar soluções por si próprio ou podem, dependendo do patamar em que você está ou pretende atingir, te levar a um passo mais sério do qual falaremos a seguir. Seja por conta própria ou através de ajuda profissional, fato é que VOCÊ PRECISARÁ INVESTIR. Se decidir seguir por conta própria, precisará de equipamentos adequados, investimento em cursos para adquirir conhecimento em áreas fundamentais, como edição por exemplo e, principalmente TEMPO! Para criar, gravar, editar, estabelecer contatos, divulgar, responder ao seu público, entre outros detalhes cruciais. Isso tudo pra falar do básico tá gente? Agora, se você é:
  • Artista (cantor, cantora, músico, banda)
  • Especialista (Coach, Médico, Psicólogo, Ator, etc)
  • YouTuber (de games, de humor, de moda, de beleza, de culinária, etc)
A gente te dá um conselho: procure uma agência! E estamos falando isso não apenas pela conveniência de sermos uma AGÊNCIA, mas porque a verdade é que o que você faz no YouTube precisa cumprir com a missão de INFLUENCIAR e se transformar em referência. Nós estamos falando de milhares de produtores de conteúdo concorrendo com você dia após dia. Pessoas que, como você, buscam se destacar e vender seu peixe para alcançar dinheiro, sucesso, reconhecimento e, um dia quem sabe, figurar entre os primeiros de uma lista extremamente ambicionada. Para quem não tem pretensões ou não depende do YouTube para nada, tudo isso pode parecer um discurso exagerado. Mas se você tem um canal, tem planos para expandir o seu negócio ou a sua carreira, sabe que estar no YouTube é determinante para o seu sucesso e ficou ao menos um pouco incomodado com essas notícias, nós vamos te explicar porque vale a pena ter uma agência te dando um suporte com tudo isso: Uma agência de comunicação e criação de conteúdo em vídeo vai te dar todas as diretrizes e vai criar os seus vídeos, desde a captação, produção, direção, edição e finalização. Vai te ajudar na criação de pautas e do conteúdo em si através de ideias ou de aperfeiçoamento das suas próprias criações. Vai criar um cronograma de postagens e divulgar seu canal utilizando as melhores ferramentas para isso. Vai estabelecer contato com outros creators para agendar collabs e outras parcerias. Vai impulsionar e criar as campanhas de impulsionamento com os critérios exigidos e dar ao conteúdo do seu canal o profissionalismo e qualidade desejados. Vale refletir sobre todas essas questões, repensar objetivos, analisar possibilidades de investimento, mensurar tempo necessário para dedicar a tudo isso e tomar decisões e diretrizes que serão determinantes para o seu sucesso e alcance de metas. Para tudo isso você pode contar com o trabalho da #AgênciaPetra, uma empresa que pode ajudar o seu canal a decolar seguindo todas as exigências estabelecidos pelo YouTube. Nosso objetivo é manter um relacionamento de proximidade junto aos nossos clientes, de modo que se sintam seguros para apostar na nossa expertise e capacidade de apoio em todo o processo de criação. O que buscamos sempre é fazer as suas ideias e o conteúdo que você sonhou em algo real. E tudo começa com um café, um bom bate papo e a troca de ideias para chegarmos em um planejamento e projeto que se encaixe com tudo aquilo que você precisa e pode investir. Queremos ter seu canal conosco e deixar nossa experiência à sua disposição. Vamos marcar?

Viviane Eduardo – (11) 98173-6586 | imprensa@agenciapetra.com Fale com a Agência Petra http://bit.ly/agpetra_canalwhatsapp

Por

Os comentários estão desativados.