BLOG

A importância de um vídeo nas mídias sociais

Especialistas já disseram que o vídeo é o futuro do mundo social. Pois eu acho que já é o presente! Todo mundo sabe que uma imagem vale mais do que mil palavras e que uma imagem em movimento pode contar histórias, emocionar e engajar pessoas de uma maneira infinitamente mais poderosa do que as palavras e as imagens paradas. Pra quem tem alguma dúvida, seguem alguns dados que sustentam essa afirmação:
  • Um post no Twitter ou no Facebook tem um tempo de vida curtíssima, em média 30 minutos antes de desaparecer totalmente da janela de relevância da timeline, enquanto um vídeo demora pelo menos 3 semanas pra pegar e, mesmo depois que o hype acaba, ainda tem pessoas que acessam e comentam, fazendo com que a conversa dure mais tempo.
  • A cada minuto, 700 vídeos do Youtube são postados no Twitter. No Facebook, mais de 500 anos (!!!) de vídeos são compartilhados diariamente. Cada minuto a mais no Youtube é um minuto a menos nos outros sites.
  • Um estudo da Kissmetrics mostra que o Youtube é a rede social que mais retém a atenção das pessoas. Elas passam uma média de 4 minutos e 49 segundos no Youtube, mais do que no Facebook, Twitter ou Instagram.
  • Vídeos no Instagram estão criando 2 x mais engajamento dos que as fotos.
  • O Vine não para de crescer e dobra sua base de usuários a cade mês.

A queda do faturamento

Em menos de 1 ano, os canais cresceram absurdamente em número de inscritos (o que se converte em no visualizações, obviamente), o Youtube cresceu junto e vimos a entrada maciça de networks no país com o objetivo de explorar o potencial financeiro dos canais brasileiros (o que inclusive criou uma pequena bolha e uma rebordose em relação à elas). Porém, quando fomos reorganizar as informações e elaborar um novo ranking de inscritos e faturamento dos canais, vimos que apesar deles terem crescido em audiência, o faturamento deles se manteve igual ou caiu. O valor do CPM pago aos youtubers sofreu uma queda no mundo todo no ano passado. Talvez devido ao aumento considerável do número de canais monetizáveis no site, diluindo a grana entre mais gente, ou a própria dificuldade da publicidade brasileira em investir no digital (65% da verda dos anunciantes ainda vai pra Globo, sabia?). Apesar do valor do CPM ser algo flutuante (final de ano sempre tem mais grana no mercado, início de ano é pobre), os valores que analisamos estão dentro do mesmo trimestre (o 1° do ano, que geralmente é mais escasso em verba).

Cadê o dinheiro?

Para o mercado profissional de youtubers brasileiros, a monetização ainda é um desafio. O trabalho das networks no Brasil está sendo posto em cheque (muita gente fechou contrato com elas e não viu benefícios), o sistema de publicidade padrão do Youtube traz CPMs cada vez mais baixos e não é todo mundo que consegue ter um agente pra fechar contratos de publicidade direto com as marcas ou agências. Os que mais sofrem são os canais pequenos e médios, que acabam desanimando. Assim, entramos em 2014 com vídeo sendo a grande menina dos olhos da internet, mas tendo o desafio imenso de encontrar um dinheiro que alimente esse ecossistema riquíssimo, onde os 10 maiores canais somam mais de 33 milhões de inscritos e a originalidade e o conteúdo autêntico ruleiam. Será que vamos conseguir?

Quanto faturam os 10 maiores canais do Youtube brasileiro?

A seguir, veja o quanto faturam os 10 maiores canais do Youtube brasileiro de acordo com o site Social Blade, que contabiliza apenas receita de Adsense (não estão inseridos aqui contratos de publicidade fechados diretamente com os youtubers e outro tipo de remuneração que não venha diretamente dos anúncios default do próprio Youtube) 1°) Porta dos Fundos Inscritos: 7,1 milhões Posição anterior no ranking de inscritos: 4o lugar Faturamento médio: entre 25,5 mil e 305 mil dólares por mês 2°) Galo Frito Inscritos: 4,7 milhões Posição anterior no ranking de inscritos: 3o lugar Faturamento médio: entre 7,1 mil e 85,1 mil dólares por mês 3°) Parafernalha Inscritos: 4,2 milhões Posição anterior no ranking de inscritos: 2o lugar Faturamento médio: entre 8,1 mil e 97,3 mil dólares por mês 4°) VenomExtreme Inscritos: 2,7 milhões Posição anterior no ranking de inscritos: 5o lugar Faturamento médio: entre 7,4 mil e 89,3 mil dólares por mês 5°) Mundo Canibal Inscritos: 2,7 milhões Posição anterior no ranking de inscritos: 6o lugar Faturamento médio: entre 2,8 mil e 33,4 mil dólares por mês 6°) Felipe Neto Inscritos: 2,7 milhões Posição anterior no ranking de inscritos: 1o lugar Faturamento médio: entre 505 e 6,1 mil dólares por mês 7°) 5inco Minutos Inscritos: 2,6 milhões Posição anterior no ranking de inscritos: 9o lugar Faturamento médio: entre 1,5 mil e 18,2 mil dólares por mês 8°) Desce a Letra Inscritos: 2,4 milhões Posição anterior no ranking de inscritos: 10o lugar Faturamento médio: entre 593 e 7,1 mil dólares por mês 9°) RandonsPlays Inscritos: 2,4 milhões Posição anterior no ranking de inscritos: 8o lugar Faturamento médio: entre 3,1 mil e 37,7 mil dólares por mês 10°) Galinha Pintadinha Inscritos: 2,1 milhões Posição anterior no ranking de inscritos: não entrou na lista Faturamento médio: entre 17,7 mil e 212,5 mil dólares por mês

Matéria extraída do site YouPix, divulgada em janeiro/ 2014

Por

Deixe uma resposta